Microsoft Flight – O FS encontra o Hawx

Em um pre-release liberado hoje (04/01), a equipe de desenvolvimento do Microsoft Flight liberou mais informações sobre o novo produto.

O Microsoft Flight poderá ser baixado de graça e permitirá  que o jogador tenha horas de diversão sobre a Big Island no Havaí. O jogo não irá requerer nenhum hardware especial e o jogador poderá optar entre utilizar um cockpit funcional ou simplesmente usar o mouse e o teclado para controlar a aeronave a partir de uma visão externa. Inicialmente o Flight vem com uma aeronave chamada Icon A5, considerado o “jet ski do céu”.

Com uma conta no Windows Live o jogador receberá o Boeing Stearman e poderá ter seu histórico gravado na rede. Caso queira uma experienia mais aprofundada, o jogador poderá comprar add-ons de novas áreas, aeronaves ou missões através do Windows Live.

A Flightsim.com por sua vez divulgou o Fact Sheet do Flight, entregue pelos desenvolvedores da Microsoft a alguns websites especializados, e de acordo com este a previsão de lançamento é na Primavera de 2012 (no nosso caso, outono). Ainda segundo este Fact Sheet o jogo é direcionado para o usuário comum e  se você souber usar um mouse, poderá voar no Flight.

A Fly Away também publicou um artigo onde traz detalhes sobre o desenvolvimento e a visão da equipe sobre o jogo. De acordo com o que foi dito a eles pela equipe de desenvolvimento do Flight, este “é uma nova aproximação a adorada franquia. Este é um produto completamente separado do FSX, projetado para agradar tanto aos simmers fiéis (alvo primário original) quanto aos jogadores casuais e as massas.”

Já para aqueles que esperavam um novo engine, segundo foi dito a Fly Away “O jogo é construído em um engine legado melhorado, para suporte a cenários de grande escala. A base ainda é global, apenas não existe geografia suficiente ainda.”

Quanto aos add-ons, que na minha opinião é o que definitivamente impulsionou o crescimento da franquia, “O jogo possuirá seu próprio mercado, com conteúdo regulado pela Microsoft. Não haverá kits para desenvolvimento de cenários e nenhum conteúdo criado pelo usuário. O mercado do Live permite um constante fluxo de conteúdo e de usuários que optarem por compartilhar seus dados, permitindo a equipe reagir aos comportamentos do usuário para melhorar o jogo e adicionar mais do que os usuários querem”.

Uma pergunta que permaneceu em aberto é como a comunidade envolvida com o Flight Simulator se envolveria com o novo jogo. A Microsoft Studio acredita que o apelo a uma audiência maior irá gerar uma base de usuários maior, fazendo com que a franquia cresça. Este crescimento provavelmente levará as pessoas para os sites de Flight Simulator.

Para aqueles que desejarem ser beta testers do Microsoft Flight, as inscrições ainda estão abertas.

Para maiores detalhes acesse:

Microsoft Flight

Fact Sheet na Flightsim.com

Fly Away

Anúncios

Grand Cayman

Navajo Panther

Navajo Panther

Lançado em 1964 o Piper PA-31 Navajo é um bimotor executivo de seis a oito lugares muito utilizado por executivos, em empresas de táxi aéreo para transporte de passageiros ou carga, e mesmo em instituições militares. Mais de 2000 aeronaves de várias versões foram produzidas até 1984. Com as aeronaves começando a sentir os efeitos da idade, uma empresa chamada Colemill, do Tenessee, começou a executar uma série de modificações no que passou a ser conhecido como Navajo Panther. Entre as modificações estão a instalação de motores de 350HP, hélices quadripás com pontas Q e winglets que melhoram o desempenho, aumentam a estabilidade e reduzem as distâncias de pouso e decolagem do Panther.

Continuar lendo